Home » , , , » 11 Dicas essenciais para fotógrafos (profissionais ou amadores)

11 Dicas essenciais para fotógrafos (profissionais ou amadores)

29 de outubro de 2010 ♥

Encontrei no  Design.Blog.br  um post com dicas que bem pode ser aplicado, como ele mesmo diz, a outras áreas da vida e fiz algumas adaptações para a fotografia. Vamos lá?

 

1. Nunca pare de aprender

Quando eu era criança e reclamava do porre que era estudar, meu pai sempre dizia: “Filho, acostume-se; não importa o que você faça da vida, você nunca vai parar de estudar“. E isso vale para qualquer profissão.

Se você tem menos de 20 anos ou ainda está no ensino médio, estudar pode parecer um saco. E é, não nego. Mas quando você passa a estudar aquilo que você ama (no meu caso, fotografia), você não vai achar tão ruim ficar horas lendo livros deque ensinam técnica, teoria e especialmente que mostram exemplos de fotos. image

Esta semana mesmo comprei o livro Guia da Fotografia de Casamentos, do fotógrafo Vinícius Matos, pelo site da Editora Photos. Recomendadíssimo, acho que vou "gastar", de tanto ler.

E mesmo se você já masterizou todos os clássicos, você ainda precisa ficar se atualizando em relação a software – aprender o que tem de novo naquela nova versão do Photoshop e Illustrator. Ah, junto com o Guia de Fotografia de Casamentos, comprei também um com "dicas avançadas" de Photoshop, de Altair Hope. Ainda não parei pra olhar, mas tenho certeza que vai me ajudar muito, apesar de photoshopar pessoas não ser muito a minha praia, as fotos sempre precisam de um ajuste.

E não pára por aí: sempre existe uma técnica nova ou o surgimento de um novo estilo. O bom é que aprender demais nunca será demais quando você ama o que faz.

 

Leia sobre fotografia

Não importa se for um blog, um livro ou uma revista. Sempre leia artigos sobre fotografia. Aqui na barra lateral do Deixover você encontra vários blogs interessantes que recomendo a leitura. Além disso nos meus ítens compartilhados do Google Reader (do ladinho, também) estão os artigos mais interessantes em destaque.

Além disto, procure outros blogs ou sites que tenham artigos, tutoriais, inspiração, etc. E livros. Por conta do Mestrado, tenho lido muito sobre Teorias da Imagem, e digo: pode não parecer "gostoso" ler teoria, mas quando a gente consegue apreender a teoria, a prática ganha novos sentidos, novas possibilidades.

 

Viu um texto bom? Favorite-o!

Eu não somente coloco nos favoritos, como mando pra mim mesma por e-mail, e depois salvo tudo numa pasta, como documento do word. Guardar links e artigos não serve apenas para servir de referência algum tempo depois, mas é ótimo para quando você não tem tempo para ler no momento e quer ter algo para ler mais tarde (sem ter que ficar caçando aquele link novamente).

 

Teve uma idéia? Anote-a

Esta é uma dica que eu confesso que não sigo. Sei que perco muito em não anotar as idéias fantásticas e mirabolantes que surgem em minha cabeça DDA fértil e exatamente por saber que perco, vou tomar especialmente para mim esta dica.

Imagino que com o passar do tempo, pegarei o hábito de anotar as idéias na hora em que chegarem. Se eu já carrego na bolsa um Moleskine...não deve ser tão difícil! E se estiver no computador, os arquivinhos do bloco de notas também são uma boa opção.. O importante é não perder nenhuma idéia!

 

Seja sempre organizado

Minha vida virtual já foi mais desorganizada – e ainda é, comparado com a de muitas pessoas que conheço.  Mas estou chegando lá! Pelo menos consegui até organizar os documentos de Marido (e ele reclama que não acha mais nada, claro, usei os MEUS critérios, que são óbvios - pra mim - e ele não entende...

Categorize seus favoritos, crie pastas e subpastas para cada trabalho, guarde brushes, texturas e outros recursos do Photoshop em uma pasta específica, etc. Quanto mais organizado você for, melhor o seu trabalho irá fluir. Tente.

 

Use redes sociais

Toda vez que recomendo isto, logo em seguida vejo algo que me faz arrepender ter dito qualquer coisa. Aprenda como usar redes sociais antes. Já vi muita empresa (e profissional autônomo) queimar a cara por achar que rede social é lugar de fazer spam descarado. Nada de usar Twitter para publicar apenas o feed do seu site, usar o Orkut para spamear seus amigos com lins para seus sites, ou ter uma conta no Facebook só para pedir tijolos aos seus amigos para que você consiga fazer sua fazendinha no FarmVille.

Confesso que estou um tanto distanciada do Orkut, talvez por achar que já fiz todos os contatos que poderia fazer com os amigos de outras épocas e ´não ter paciência e tempo pra ficar frequentando comunidades. E o Facebook não me ganhou, não mesmo. Já o Twitter... esse tem sido local de bons contatos e garante informações "quentes" em tempo real, bem como divulgação dos blogs e do meu trabalho em geral.

 

Não tenha medo de se expressar

Não acredite em fórmulas prontas. Desenvolva um estilo próprio e seja você mesmo. Fotografia é algo extremamente autoral, isto é, para se destacar, você precisa desenvolver seu próprio estilo. Pesquise, veja trabalhos de outros fotógrafos, mas principalmente escolha seu caminho sem medo de ser feliz. Críticas SEMPRE irão existir, então...

 

Seja "exibido"

Se você não mostrar a ninguém o seu trabalho, quem irá? Use sites como o Flickr ou os álbuns do Picasapara mostrar seu trabalho, ou crie um portfólio mais personalizado com o xCakeBlogs. Promova seu trabalho nas redes sociais (lembre-se de não abusar!). É necessário ser visto para ser lembrado, lembre-se disto.

 

Ganhe dinheiro

Afinal de contas, dinheiro não compra amor, mas amor não enche a barriga, não coloca um teto sobre nossas cabeças e não mantém a internet conectada.

Se você ama o que faz, ganhe dinheiro sobre isto. Não há nada de errado aí. Afinal de contas, não há qualidade melhor de vida do que fazer o que você ama, ser reconhecido por isto e ainda sobreviver disto. Um dia eu chego lá!!!

 

Faça algum esporte

Ou seja, saia da frente do computador por algumas horas ao dia. É um conselho batido (que até a sua mãe deve ter lhe dado vááárias vezes), mas vale a pena reviver de novo. Eu tenho as duas aulas semanais de pilates como uma terapia (já que lá, além de exercícios a gente encontra muita diversão), não permito que NADA altere meus horários de pilates. E nos finais de semana, o combo caranguejo-acarajé-abará na AABB é a maneira de recarregar minhas baterias para mais uma semana. Se rolar banho de mar ou piscina, é ótimo, mas não é indispensável. Só passar um tempinho à beira-mar, jogando conversa dentro (que eu não sou de esperdiçar coisa boa) vale muito!

Sair para fotografar sem ter nada específico em mente também é delicioso. Aproveitando a hora mágica do fim de tarde (já que pela manhã eu não sou ninguém mesmo), já tive experiência de fazer terminar bem um dia que começou péssimo. ;)

 

Trabalhe menos

É, eu sei. Ficou chocado, né?

Mas pense, trabalhar menos significa trabalhar com uma produtividade maior. Se você não tiver vontade de trabalhar, não trabalhe. Se você não consegue fazer um bom trabalho, faça outra coisa.  Não aceite trabalhos que você já enxerga que não ficarão bons apenas por dinheiro. Valorize seu trabalho, flexibilize nas formas de pagamento, mas não no valor de suas fotografias. Afinal de contas, não é somente o preço da "revelação". É o equipamento que você tem, as horas que você gasta trabalhando a imagem, e especialmente seu feeling, sua arte que está recebendo um preço. Valorize-se SEMPRE!!!

 

Viva, não apenas exista

Entre todos os conselhos, este é o mais importante.

Do que adiantar ter o melhor emprego e ter o melhor salário do mundo se você não tem tempo pra gastar? Ou pior ainda, não tem com quem gastar?  Não existe nada pior no mundo do que não ter amigos. Afinal de contas, você pode estar desempregado e sem dinheiro mas você sempre terá seus amigos. A vida é muito mais que apenas trabalho. Nada como sair em grupo e fotografar, não é pessoal do Clube de Foto? Vamos investir mais nas caminhadas fotográficas, nas trocas de experiências e no aprendizado em conjunto.

Se existe uma lembrança que você vai querer ter no futuro é da sua formatura, do seu primeiro beijo, ou daquela loucura que você fez com seus amigos. Você não quer se lembrar das horas gastas na frente do computador.

Agora, desligue este computador e vá fotografar por aí. Ah, ainda tá no horário de trabalho? Saia de fininho. Afinal de contas, você está indo "trabalhar". Hehehehehe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...