Saídas Fotográficas

1 de agosto de 2011 ♥
31-07-2019
Saídas fotográficas são das melhores coisas de ser fotógrafa(o). Mesmo quando a gente AMA o que faz, fotografar por prazer, sem cobranças, é bom demais!


Dia 24 de julho fez um ano que programei a I Caminhada Fotográfica de Ilhéus, ligada ao WWPW, e foi delicioso. Convidei via blog, e-mail, blogs de notícias regionais… poderia vir quem quisesse, bastava ter uma câmera fotográfica e disposição para caminhar. Assim, apareceram 14 pessoas, devidamente uniformizadas com as camisetas que mandamos fazer, e esse primeiro encontro deu vontade de ter outros, e acabou sendo o start para a criação do Clube de Fotografia Louro Foto (homenagem a um dos mais significativos representantes dos fotógrafos de Ilhéus no século XX).
Saída do Grupo


De lá pra cá já aconteceram outras duas: Uma nos bairros distritos de Ilhéus, quando nos dividimos em grupos de três e depois nos juntamos pra comer e ver as fotos de todos num telão. Outra aconteceu ontem, quando fomos de barco para o Rio do Engenho. Muita coisa aconteceu diferente do que planejamos, especialmente o barco encalhar no rio raso demais e nos fazer chegar tarde demais para a parte religiosa da festa de Santana e tarde demais para comer um calambau gostoso de dona Cresilda. Mas nada disso tirou o brilho e o prazer de nossa saída fotográfica.


Dessa vez não nos reunimos no final para ver as fotos – o que significa que as fotos exibidas podem sofrer edições, o que não aconteceu da vez anterior… hehehe – pois chegamos já no entardecer e cansados do dia inteiro tomando sol. Mas o pessoal que participou já está colocando as fotos nos diversos álbuns no Flickr, Facebook e Picasa. As minhas estão aqui (clique para ver em alta definição no Flickr).





Quando a gente fotografa em grupo, geralmente num local escolhido com um propósito específico, corre-se o risco de ter fotos bem semelhantes, mas… ninguém se engane: cada um tem um olhar específico, e mesmo se forem encontradas fotos “iguais”, no conjunto da obra se descobre o estilo de cada um, o olhar fotográfico peculiar, a intenção do autor. E isso provoca variadas leituras do mesmo universo que foi fotografado, tanto para os fotógrafos quanto para aqueles que vêem as fotografias.


Desta vez, o foco deveria ser a festa religiosa, com a natureza como “fundo”, mas… o atraso do encalhamento do barco nos deixou somente com a natureza. A igrejinha de Santana foi só uma pequena parte. O Rio Santana, esse sim, foi o destaque!

31-07-2011 Rio do Engenho 025
Saindo, da Baía do Pontal
31-07-2011 Rio do Engenho 040

31-07-2011 Rio do Engenho 046
Antiga “Ponte do gás”, pier usado para o embarque/desembarque de víveres. Hoje, um ponto de pescadores.
31-07-2011 Rio do Engenho 051
Baronesas quase tomando o rio

Várias formas de pescar:
31-07-2011 Rio do Engenho 068

31-07-2011 Rio do Engenho 083

31-07-2011 Rio do Engenho 090

31-07-2011 Rio do Engenho 119
Raízes do mangue tomadas por ostras

31-07-2011 Rio do Engenho 140
Até cobra apareceu…

E depois do céu ter estado assim:
31-07-2011 Rio do Engenho 108
Chegou a ficar assim:
31-07-2011 Rio do Engenho 153

E tem muito mais… Corre lá no Flickr pra ver!

2 comentários:

  1. E quando será a próxima?? =)

    ResponderExcluir
  2. Breve, eu espero. Mas talvez não antes da nossa mochilagem... hehehehe

    ResponderExcluir



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...