Um novo tempo...

2 de setembro de 2017 ♥
Mãe de dois, (ela hoje com 29 anos,  e ele com 26), minhas experiências de parto não foram exatamente o que se pode chamar de "humanizadas". Pra começar, foram duas cesáreas problemáticas. Tanto que eu não conseguia ver uma grávida  e demonstrar felicidade instantaneamente.
Os filhotes, no casamento dele


Fotografar gestantes foi o início do processo de cura interior.

Nanda e Pit, 2016

Lu, 2017

Minie, 2017

Minie e Rê, 2017


Daí a fotografar partos, precisei morrer e renascer. Hoje, registrar a emoção da chegada de um bebê, apoiar a mãe na dor, ajudar no que puder e entregar o fruto do meu trabalho é a coroação de uma nova fase da minha vida.


Bia, 2015

Mateus, 2016


Clara, 2017


Depois do congresso Nacional de Fotografia e Vídeo de Parto em Florianópolis (agosto/2017) duas certezas: Fotografar partos é algo intenso e inexplicável e é isso que eu quero fazer.




Fotógrafas de Parto em Floripa

Não vou deixar de fazer fotografias de família, ensaios de casal, books... mas os partos vão ser o maior prazer!

Pode parecer estranho parar para escrever isso exatamente quando lanço a nova "empresa" com nome, logo, site, etc, etc, etc... Mas quem disse que eu sou normal? Meus dois focos principais agora são caminhos paralelos (jamais se encontrarão), mas que são só duas letras de diferença: paLCo e paRTo.



Maio mês da Dança , 2017

Maio mês da Dança , 2017

John e Roberta
Workshop de Fotografia de Espetáculo - São Paulo, Julho, 2017

John e Roberta
Workshop de Fotografia de Espetáculo - São Paulo, Julho, 2017

Kelson, colega e parceiro na "PhotoShow"
Workshop de Fotografia de Espetáculo - São Paulo, Julho, 2017





Nenhum comentário:

Postar um comentário



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...